What is the Samsung QE75Q900R?

Samsung QE75Q900R Comentário

The Samsung QE75Q900R is a 75-inch 8K television. Yes, that’s right, 8K – meaning it has 7680 x 4320 pixels squeezed into its screen.

It also uses Samsung’s QLED technology to deliver exceptional brightness and colour volume, and the company’s new 8K AI processor to convert non-8K sources into 8K. This is pretty handy, given that there are essentially zero native 8K sources available right now.

Samsung QE75Q900R – Design and build quality

O QE75Q900R é impressionantemente bem construído. É uma das TVs mais pesadas que minha dor nas costas teve que enfrentar no ano passado, e sua traseira e laterais não mostram nenhum sinal de flexão ou flambagem.

Sua carroçaria não é em si a mais atraente que já vi. É relativamente volumoso nas costas pelos padrões de hoje, por exemplo. Seus pés em ângulo parecem bastante simples – embora pelo menos você possa optar por colocá-los embaixo de cada canto da TV ou mais próximos no meio da tela. Esta última opção de adaptação significa que você não precisa de uma peça de mobiliário particularmente grande para descansar a TV.

No entanto, como acontece com todas as TVs Samsung 2018 de gama alta, o QE75Q900R tem um belo truque de design: Modo ambiente. Selecione esta opção e a TV mudará para uma configuração de baixo consumo de energia e reproduzirá uma imagem estática do trabalho artístico ou uma de suas próprias fotos, para que você não fique mais com um buraco negro de 75 polegadas em sua sala de estar.

Você pode até tirar uma foto do seu papel de parede / pintura e fazer com que ela apareça na tela, para que a TV se misture magicamente à sua decoração.

Para completar esta ilusão de “TV invisível”, o QE75Q900R vem com uma caixa de conexões externas que se conecta à TV através de um cabo único, fino e quase transparente.

A Samsung fornece dois controles remotos com o 75Q900R. Um é um controle remoto bastante monótono, mas na verdade muito usável, com muitos botões. O outro é um aparelho “inteligente” minimalista e metálico que demora um pouco para se acostumar. Em última análise, é recompensador para o uso diário, especialmente porque é o único que possui um microfone integrado para suportar os excelentes recursos de controle de voz do QE75Q900R.

O controle remoto inteligente pode até mesmo detectar automaticamente e fornecer controle de todos os dispositivos que você conectou ao seu QE75Q900R. Na prática, no entanto, isso é excessivamente complicado pelo número limitado de botões do controle remoto.

Samsung QE75Q900R – RecursosSamsung QE75Q900R Comentário

Como você esperaria de uma TV que custa £ 7000, o QE75Q900R tem muitos recursos de grande impacto na manga.

O mais incomum no momento da escrita é a sua resolução nativa de 8K. Na verdade, este modelo é a única verdadeira TV de 75 polegadas lançada até o momento. Embora o 8K certamente tenha causado um grande impacto – mais do que eu esperava – na TV de 85 polegadas da Samsung, uma grande questão para o QE75Q900R é se o 8K ainda “funciona” com 75 polegadas.

Ajudar a desbloquear o tipo de fineza de cores que muitos pixels merecem / precisam ser parceiros é a tecnologia QLED da Samsung. Isso usa pontos quânticos especiais revestidos de metal que podem ser mais brilhantes do que os QDs normais para produzir uma ampla gama de cores sem precedentes.

The QE75Q900R also claims a massive 4000 nits of peak brightness – something that will be key in helping the set achieve greater colour “volume” than typical LCD or OLED TVs. As I’ll discuss in the Performance section, my own measurements suggest this 4000-nit claim is actually rather optimistic. It’s still the brightest 75-inch TV around, though.

The worry whenever there’s extreme brightness on an LCD TV is how much damage this might do to its black levels. The QE75Q900R tackles this issue well, though, thanks to a direct backlighting system with a very respectable 480 separately controllable local dimming zones.

What’s more, in response to criticism I and others levelled at some light “blooming” on the QE85Q900R, Samsung has tweaked the backlight control algorithms via a firmware update with impressive results, as we’ll see later.

Also standing out on the QE75Q900R is Samsung’s latest take on its “Eden” smart platform. As well as supporting an easy-to-use and comprehensive voice-control system, this delivers a huge range of apps within a slick and tidy interface.Samsung QE75Q900R Comentário

Entre os aplicativos disponíveis estão Netflix , Amazon Prime Video, YouTube (todos disponíveis nas versões 4K e HDR); todos os aplicativos de atualização para as emissoras terrestres mais populares do Reino Unido; Agora TV; Spotify ; Deezer ; Chili.TV; Rakuten (novamente, em 4K e HDR), e muitos mais.

Além de os serviços de recuperação do Reino Unido não estarem disponíveis em um wrapper do YouView ou do Freeview Play, é difícil ver o conteúdo extra que a Samsung poderia razoavelmente adicionar.

The interface looks a little dated, if I had to be super-critical. However, it’s easy to customise and hard to get “lost in”; in the end, that’s all that really matters.

The connections found on the QE75Q900R’s external connection box are mostly as you’d expect of a flagship TV. The four HDMIs can all handle 4K HDR at 60p and beyond, while three USBs and Wi-Fi/Bluetooth network options handle a wide range of multimedia file formats. The HDMIs support a couple of cool gaming features, too: automatic game mode switching when a game source is detected, and variable refresh rate support for instance.

The only problem is that none of the HDMIs are built to the recently specified HDMI 2.1 specification. This means they can’t handle the data bandwidths necessary for 8K at 60Hz or more. Fortunately, Samsung has promised to build a new connections box carrying an HDMI 2.1 port at some point next year – and it’s further promised to supply this new box free of charge to any existing Q900R owner who asks for one.

Of course, you might well think that all this talk of 8K source compatibility is rather moot when there aren’t actually any native 8K sources available. In fact, you may well be thinking that there isn’t much point buying an 8K TV at all when there aren’t yet any 8K sources.

Such sources will surely come from somewhere eventually, though – and when they do, the QE75Q900R needs to do whatever it can to make sure it’s compatible with them.

There’s another important 8K angle to consider, in the shape of Samsung’s 8K AI processing engine. This uses huge amounts of processing power and picture know-how to convert lower resolution sources into 8K, in real-time. And it works well enough to count as a game changer, as we’ll see in the Performance section.

Samsung’s Optimised Sound option, meanwhile, automatically adjusts the sound settings based on an assessment of the type of sound being played at any given moment.

It supports the HDR10, HLG and HDR10+ high dynamic range formats, but not Dolby Vision. And finally, it takes less than 20ms to render its pictures with its Game picture mode selected.

Samsung QE75Q900R – SetupSamsung QE75Q900R Comentário

Before you do anything else, turn off the QE75Q900R’s Eco picture functions. These – especially the setting that adjusts the picture in response to light levels in your room – can be particularly damaging to the picture.

One bit of good news here is that adjusting the TV’s contrast or brightness settings instantly turns the Eco settings off without you having to find them in the TV’s “General” settings menu.

Quando se trata de predefinições de imagem, você está realmente procurando uma escolha entre Padrão e Filme. O padrão oferece a imagem mais dinâmica, forte, de alto contraste e, para mim, a mais completa satisfação. Embora você possa precisar diminuir um pouco a luz de fundo se achar que as imagens HDR padrão são muito extremas para maior conforto.

O modo de filme ainda parece plano, amarelado e com um toque suave em comparação com um modo padrão suavemente ajustado, embora seja aparentemente a configuração mais precisa no arsenal da Samsung. No entanto, ele oferece a experiência de faixa de luz HDR mais completa e equilibrada, especialmente quando se trata de detalhamento de sombras e consistência de luz.

Se você optar por usar a predefinição Padrão, tome cuidado para não definir o escurecimento local como baixo, pois a quantidade de detalhes de sombra que é eliminada da imagem se torna extrema.

Também vale a pena prestar atenção é o recurso Digital Clean View. Para manter o melhor equilíbrio para diferentes fontes entre detalhe e ruído, sugiro as seguintes opções de configuração do Digital Clean View: Desligado para conteúdo 4K / 8K; Baixo para conteúdo HD de boa qualidade; e Auto para SD e HD de baixa qualidade.

O QE75Q900R também faz um bom argumento para o processamento de movimento. Ativá-lo em sua configuração Personalizada com seus componentes de desfoque e trepidação definidos em torno de três ajuda a reter mais nitidez em imagens 8K nativas e aprimoradas. Sem isso, você sente que está perdendo parte da clareza notável da imagem de 8K.

Samsung QE75Q900R – Desempenho

O QE75Q900R mantém a maior parte da deslumbrante emoção das fotos do QE85Q900R. E, graças à nova atualização de firmware, ele faz isso com falhas consideravelmente menos notáveis.

Vamos começar pressionando o QE75Q900R ao extremo de seu desempenho com conteúdo nativo de 8K. Isso vem na forma de clipes de vídeo não-HDR fornecidos em USB pela Samsung, pois há, como discutido anteriormente, fontes nativas de 8K por aí. No entanto, os clipes são bastante variados, dando-nos um vislumbre dos detalhes, cores e movimentação das imagens 8K do QE75Q900R. E, embora o impacto não seja tão grande quanto na TV de 85 polegadas, ainda é diferente de tudo que já vi no reino 4K.

A clareza de algumas das imagens mais detalhadas – predominantemente paisagens urbanas, vistas em terrenos escarpados e, particularmente de forma memorável, uma tomada de vitrais em uma catedral – é espetacular. Além de 4K, sem dúvida. Particularmente quando há algum movimento suave no quadro, ponto em que a maneira como seu cérebro trabalha para perceber a resolução entra em ação mais alta.

É uma coisa de cair o queixo, às vezes, particularmente durante uma sequência de demonstração do tipo Inception , em que uma paisagem urbana cai ao redor da tela.

Enquanto você se sente mais consciente dos detalhes e clareza extra do 8K, quanto mais se aproxima da tela, ainda é visível – particularmente no sentido de profundidade e resolução de cor – a partir de distâncias normais de visualização. O que neste caso eu coloquei em torno de 3 metros.Samsung QE75Q900R Comentário

O impacto de todos os pixels extras não é tão bom – mesmo durante as seqüências mais impressionantes – como na tela de 85 polegadas. E algumas das sequências 8K menos impressionantes só parecem ligeiramente melhores que 4K. Embora isso nos faça lembrar do fato de que o 8K é realmente uma tecnologia de tela grande no que diz respeito a aplicativos de TV para consumidores, certamente ainda há diferença suficiente para garantir que o QE75Q900R seja capaz de oferecer as mais cristalinas, imagens detalhadas já vistas em uma TV de 75 polegadas.

Movendo-se para fontes nativas de 4K, o QE75Q900R se junta ao QE85Q900R em revelar a notável qualidade do sistema de upscaling AI de 8K da Samsung. Isso faz um trabalho estelar de adicionar as dezenas de milhões de pixels necessários para transformar 4K em 8K, fazendo com que eles pareçam um pouco mais detalhados enquanto, ao mesmo tempo, tomam um cuidado notável para não suprimir, em vez de exagerar, o ruído de origem.

Pausar 4K Blu-rays no QE75Q900R ao lado de um 65Q9FN mostra claramente mais detalhes em áreas como a construção de alvenaria e a tecelagem de roupas. Tudo entregue sem quaisquer artefactos de movimento, desfoque, toque de borda ou aspereza indesejada.

Este sistema de upscaling é capaz de dissipar grandes quantidades de ruído de bloqueio e mosquito associado a HD altamente compactado e até mesmo a fontes de streaming de internet SD, ou as transmissões notavelmente comprimidas do Sky News no Freeview.

A Samsung realmente criou algo especial com 8K AI – como era necessário, já que até chegar conteúdo nativo de 8K, os únicos argumentos reais para comprar uma TV de 8K são à prova do futuro e o potencial para imagens 4K melhoradas parecerem melhores do que fazer em uma TV 4K.

O brilho do QE75Q900R, por sua vez, é impressionante e um pouco decepcionante ao mesmo tempo. As imagens certamente parecem consistentemente deslumbrantes com o conteúdo HDR, graças a mais brilho do que qualquer TV de 75 polegadas que eu já vi antes. Colocando alguns números sobre isso, no modo Padrão, a TV atinge 2890 nits em uma janela HDR branca de 10% – embora esse número só seja mantido por um tempo muito curto.

O modo Movie não atinge o pico, mais do que 1950 nits, mas mantém esse tipo de figura por muito mais tempo do que o modo Standard mantém seu pico de brilho mais alto. Na verdade, o brilho reduz muito lentamente ao longo do tempo com a configuração do filme que eu não imaginaria que você veria a mudança acontecendo com qualquer conteúdo da vida real.

Of course, both of these measured “peak” figures fall some way short of the 4000 nits Samsung claims for the QE75Q900R. That’s not to say the company is necessarily lying with its 4000 nit claims; I suspect the screen really can hit 4000 nits in very small areas of the screen for very short periods of time. But I certainly couldn’t get the QE75Q900R to hit the 4000 nits and beyond figures on the 10% window like the QE85Q900R did.

Going back to the differences between the very different approaches to brightness between the Standard and Movie modes, you’re faced with a choice between a more dynamic and punchy picture in Standard mode, and a “flatter” but more stable and consistent picture in Movie mode.

This is hardly the first time we’ve come across this choice on a Samsung TV. However, the difference is noticeably more pronounced than it is with Samsung’s non-8K TVs.

The Standard setting is in most ways comfortably the most exciting, with better contrast and black levels, higher levels of average brightness with HDR content, and a richer, more dynamic look to colours.

However, dark scenes can look noticeably more unstable, with some quite obvious shifting in brightness when, say, a shot cuts abruptly from a dark scene to a bright one, and vice versa.Samsung QE75Q900R Comentário

No modo Filme, essas instabilidades são bastante reduzidas, mas os níveis de preto são ligeiramente mais cinzentos e as cores parecem mais planas – embora com um pouco mais de nuances.

Both modes reveal the benefits of Samsung’s new firmware for its Q900R TVs, however. There’s now practically no “blooming” around bright objects, even when they appear against nearly black backgrounds. What’s more, this has somehow been achieved while actually increasing, rather than decreasing, the brightness of those stand-out bright areas. They still look a touch dimmer than they do on Samsung’s Q9FN TVs, but the difference is now much less dramatic.

Samsung’s new firmware also does a much better job of retaining shadow detail in very dark scenes, even if you’re using the Standard mode. “Movie” is still the best setting for shadow detail, but given the advantages in other areas of the Standard setting, it’s great to see that this mode now comes with far less black crush.

Added together, the massive reduction in backlight blooming, increased punch of stand-out bright areas and improved shadow detail rendition remove pretty much all the issues I had with the QE85Q900R’s picture. This makes it even easier to lap up the ground-breaking impact of the QE75Q900R’s resolution, brightness, contrast and colour.

A tecnologia rival OLED ainda tem uma grande vantagem quando se trata de visualizar ângulos. Ele também oferece mais consistentemente cores pretas profundas do que você obtém, mesmo com uma TV LED excepcional como a QE75Q900R. Há mais intensidade de luminância em objetos muito brilhantes que se destacam contra fundos quase pretos em telas OLED.

No entanto, o QE75Q900R reduz o OLED substancialmente no brilho e no volume de cor. Além disso, é claro, atualmente não há TVs 8K OLED disponíveis comercialmente.

O som do QE75Q900R não é tão impressionante quanto suas fotos. Apesar dos esforços inteligentes da tecnologia Smart Sound da Samsung, ela tende a se sentir ligeiramente engolida e sem som. O palco de som não aparece como detalhado, direto ou grande em escala como os dos melhores artistas de áudio de TV este ano.

Para ser justo, com 60W de potência de áudio espalhados por 4,2 canais, a especificação de áudio do QE75Q900R é praticamente idêntica à das TVs Q9FN, que eu analisei positivamente. No entanto, a escala e o dinamismo das imagens do QE75Q900R apenas parecem merecer uma parceria com um som mais dinâmico e direto.

Por que comprar um Samsung QE75Q900R?

O QE75Q900R é capaz de fornecer imagens de coisas que você nunca viu antes. Isto é especialmente verdade com conteúdo nativo 8K.

Crucialmente, no entanto, dado que o conteúdo 8K nativo é actualmente inexistente fora das colunas de demonstração especialmente criadas, o seu upscaling AI de 8K também faz com que conteúdo 4K de boa qualidade pareça melhor do que nas melhores TVs 4K nativas.

Em outras palavras, se você comprar uma agora, você não está apenas preparando-se para o futuro, preparando-se para um potencial novo e corajoso mundo 8K. Você também está melhorando marginalmente sua experiência com o conteúdo de hoje.

As melhorias que a Samsung conseguiu oferecer com seu novo firmware são excelentes, solucionando quase todas as queixas que tive com o QE85Q900R (que também receberá o firmware mais recente). Também é ótimo ouvir a promessa da Samsung de fornecer uma caixa de conexões atualizada com suporte a HDMI 2.1 (uma vez que estejam disponíveis) para qualquer proprietário do Q900R que queira um.

Os talentos 8K do QE75Q900R não causam tanto impacto quanto no QE85Q900R. No entanto, crucialmente, eles ainda são visíveis – e também de distâncias normais de visualização.

A única grande questão que você deve se perguntar é quanto está disposto a pagar pelos recursos do futuro do QE75Q900R e pelas imagens de última geração. Por enquanto £ 6999 é indiscutivelmente dinheiro louco para uma TV verdadeiramente de próxima geração, ainda é £ 2300 a mais do que a TV 4K de mais de 75 polegadas da Samsung, a QE75Q9FN .

No momento da escrita, você também pode obter a  TV LG OLED77C8 de 77 polegadas por pouco menos de £ 6000. Esse conjunto também oferece suporte ao Dolby Vision HDR – embora, obviamente, seja apenas um 4K ao invés de um 8K TV.

Veredito

O QE75Q900R não é tão espetacular quanto seu irmão maior de 8K, em termos de brilho ou impacto de sua resolução de 8K. No entanto, ele oferece as imagens mais detalhadas, nítidas e coloridas de qualquer TV de 75 polegadas – mesmo quando você não está assistindo conteúdo nativo de 8K. Se o dinheiro não é objeto, você certamente não pode acusar a Samsung de não tornar as primeiras 8K TVs do mundo seriamente atrativas.